Sociologia e Filosofia: Bolsonaro está errado em cortar verbas?

Sociologia e Filosofia: Bolsonaro está errado em cortar verbas?

Abril 27, 2019 - 16:31
Publicado em:
1 comments

Primeiro é preciso entender do que se tratam as Ciências Humanas, como a Sociologia e a Filosofia, e como seu ensino é aplicado para os jovens nas escolas do país, para depois entendermos a medida do governo de cortar verbas para estas áreas. Você, independente da sua posição sobre o assunto, já se perguntou o que um cientista social estuda? O que um historiador estuda? O que um sociólogo estuda? De onde vem essas disciplinas?

As Ciências Humanas são, de maneira simples, a área do conhecimento que estuda o ser humano como ser social e pensante. Diferente da biologia, que estuda os seres vivos, características físicas e os organismos, e das ciências exatas, que estudam os números, o cálculo, a arquiterura e demais disciplinas relacionadas à matemática, as Ciências Humanas focam na vida social dos seres humanos, estudando sua história, suas relações sociais, suas classes, o modo de organização da sociedade, o Estado, a política e demais conhecimentos relacionados à vida social dos seres humanos.

Cada disciplina das Ciências Humanas foca em um aspecto relativo à vida do ser humano. Isso, por si só, já nos mostra a importancia de manter investimentos nesta área de conhecimento. Afinal, como é possível uma sociedade se desenvolver se não conhece nem mesmo sua trajetória? Como é possível uma sociedade se desenvolver se não conhece a fundo seus problemas e suas possíveis soluções? Como é possível formarmos cidadãos conscientes nas escolas se não há o ensino sobre a sociedade na qual o estudante vive? Parece óbvia a importância das Ciências Humanas para a formação dos jovens e para o desenvolvimento social, mas para algumas pessoas não é.

Já parou para se perguntar de onde vêm as áreas que o presidente Jair Bolsonaro citou em seu twitter como sendo mais dignas de investimento do que as humanas? A medicina, por exemplo. O presidente disse que preferia gastar o dinheiro do contribuinte em áreas que dessem retorno imediato para a população, como a medicina. Bem, acontece que sem a Filosofia, a medicina nem mesmo poderia existir. Seria necessário um imenso texto para explicar o processo de surgimento da ciência a partir do surgimento da Filosofia, porém tentarei simplificar ao máximo.

Basicamente, foi no pensamento de filósofos, na antiguidade, que as pessoas começaram a pensar cientificamente. Deste estopim, outras áreas de conhecimento foram se formando e aperfeiçoando, como a medicina, a matemática, e as próprias humanas. Então o presidente parece desconhecer a origem das ciências e a importância da Filosofia para o saber científico.

Portanto, cortar a verba das Ciências Humanas afeta diretamente o desenvolvimento social do país e a formação dos jovens. Diferente do que pensa o presidente, não há uma doutrinação ideológica presente nestas disciplinas. Na verdade, existem inúmeras correntes filosóficas e sociológicas e todas são e devem ser ensinadas para os estudantes a fim de que isso desenvolva neles o pensamento crítico e o conhecimento acerca do mundo e da sociedade que o cercam. Ou será que o presidente Jair Bolsonaro deseja um povo que não pense? Um povo que não questione? Porque se for isso que ele deseja, então precarizar as Ciências Humanas é um bom caminho.

There is 1 Comment

Este é um dos ângulos para avaliar aonde o governo de Jair Messias erra. Há, porém, um outro onde por ignorância desconsidera a importância vital das Humanas e sua contribuição para as exatas, mas especificamente para as chamadas T.I. as tais tecnologias da informação. Sem Lógica não haveria algoritmos. Sem Filosofia da Linguagem não existiria Linguística. Sem Filosofia da Mente não existiria Psicologia. Sem Linguística e sem Psicologia não haveria as chamadas Ciências do Comportamento e sem estas não haveria... Inteligência Artificial. Tenta expplicar a desnecessidade de Humanas para Mark Zuckerberg de Facebook, Sergey Brin e Larry Page da Google e do YouTube. Acho que eles vão discordar desta "estratégia pragmática".

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.