Mais populares

Mais populares

Lançamento do novo site do CMI Brasil. Seguimos na luta!

Março 06, 2017 - 00:14
4 comments

O Centro de Mídia Independente do Brasil acaba de lançar seu novo site após 16 anos de existência. A rede Indymedia, da qual o CMI Brasil faz parte, surgiu em 1999 como uma rede de produtoras e produtores independentes com o lema “Odeia a mídia? Seja a mídia!". Desde então, vem buscando oferecer “informação alternativa e crítica de qualidade, que contribua para a construção de uma sociedade livre, igualitária, mais justa, solidária e que respeite o meio ambiente”. Defende também a liberdade de acesso e produção de conhecimento, para contribuir com a concretização daqueles ideais.

Salvador-BA: V Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro

Agosto 22, 2017 - 13:28
Publicado em:
2 comments

Neste dia 22 de agosto, às 15h, no Parque Solar Boa Vista, no Engenho Velho de Brotas, acontece a V Marcha Internacional Contra o Genocídio do Povo Negro, organizada pela Reaja ou Será Morta, Reaja ou Será Morto Organização Política. A mudança de local da marcha, tradicionalmente feita no centro de Salvador, tem como motivação a atuação continua dentro de nossa comunidade bem como a celebração de um ano de funcionamento da Escola de Ação e Formação Politica Winnie Mandela, no Engenho Velho de Brotas, do pré-vestibular recentemente implantado, além do selo editorial da Reaja, responsável pelo lançamento da “Teoria Geral do Fracasso”, de Hamilton Borges. Acreditamos que é necessário fazer a luta onde nosso povo está, onde a violência atua com mais brutalidade via os aparatos de força do Estado a partir de suas polícias.

Três semanas na Venezuela: Diário de uma carioca na República Bolivariana

Agosto 07, 2017 - 17:10
Publicado em:
0 comments

Em maio de 2017, saí do Rio com destino à Venezuela, como colaboradora para uma série de matérias para um jornal espanhol. A ideia era apoiar um jornalista que cobria temporariamente o país. Do Rio voei até a Cidade do Panamá e, de lá, para Caracas, num voo da empresa venezuelana Santa Bárbara – nome no mínimo curioso para uma companhia aérea. Entrei irritada no avião, pois queriam me cobrar 90 dólares (o voo havia custado 100) porque meus dados estavam errados na reserva feita pela internet (em lugar do nome estava o sobrenome e vice-versa). Tive que protestar bastante e fazer um drama para que me deixassem embarcar sem pagar a multa. Já havia sido muito difícil comprar a passagem, considerando que as companhias aéreas bolivarianas não constam dos populares guias de viagem que pipocam no Google. Aparentemente, o mercado de turismo chavista está protegido contra as onipresentes Expedia (EUA), Kayak (EUA), Decolar (Argentina), Submarino (Brasil), Viajanet (Brasil)...

Por Júnia Azevedo

Porto Alegre-RS: Bombas de tinta no Tribunal de Justiça pela sentença a 11 anos de prisão do Rafael Braga, único preso pelos protestos de 2013

Junho 18, 2017 - 09:51
1 comments
TJ POA - 1

Rafael Braga Vieira, catador de lixo e morador de rua, foi detido em 21 de junho de 2013 no contexto dos protestos históricos contra o aumento da passagem no Brasil. Acusação: porte de artefato incendiário ou explosivo. O que ele tinha nas mãos eram duas garrafas de plástico, uma de água sanitária e uma de pinho sol.

Marabá-PA: Pistoleiros atacam acampamento do MST

Julho 17, 2017 - 15:57
2 comments

Pistoleiros atacam o acampamento Hugo Chávez, munícipio de Marabá no Pará. O tiroteio começou neste sábado, às 23h. Uma caminhonete passou em frente ao acampamento e disparou vários tiros em direção à entrada do local.

Neste domingo, o tiroteio recomeçou às 13h e pistoleiros atearam fogo ao redor do acampamento.

Eles usam uma caminhonete para bloquear o acesso. Várias mulheres e crianças estão passando mal no local. As famílias seguem em resistência.

Porto Alegre-RS: Comunicado da Biblioteca Kaos diante da Perseguição contra anarquistas

Novembro 04, 2017 - 00:28
2 comments

Quando a anarquía incomoda. Comunicado da Biblioteca Kaos diante da Perseguição contra anarquistas

Há muitas coisas para falar, mas iremos pelo mais urgente. O 25 de outubro começou com uma perseguição anti-anarquista contra a FAG, o Parhesia, a ocupação Pandorga e algumas individualidades que tiveram espaços e moradias invadidas pela polícia. Se não toda, provavelmente uma boa parte da diversidade anarquista foi atingida e várixs deles se pronunciaram desde suas concordâncias, com firmeza, diante da repressão. E isso é vento fresco que fortalece a todo aquele que se sinta em sedição.

Porto Alegre-RS: VIII Feira do Livro Anarquista é cancelada

Outubro 30, 2017 - 15:38
0 comments

Na manhã de ontem (25/10) a Polícia Civil Gaúcha cumpriu em Porto Alegre (RS) e na região metropolitana uma dezena de mandados de busca e apreensão em espaços libertários e casas de indivíduos que identificaram como anarquistas. Os mandados são parte de uma investigação que está acontecendo há mais de um ano. Entendemos que não é coincidência que essa ação da polícia seja deflagrada apenas dois dias antes da 8ª Feira do Livro Anarquista de Porto Alegre.

Porto Alegre-RS: URGENTE! Contra a criminalização, rodear de solidariedade aos que lutam!

Outubro 26, 2017 - 11:28
0 comments

Ficamos sabendo há poucas horas de uma operação da polícia civil contra um suposto grupo responsável por diversos ataques contra viaturas policiais, banco, concessionárias de veículos, delegacias e sedes de partidos políticos. Segundo notícia divulgada no G1, serão atribuídos a este suposto grupo os crimes de formação de quadrilha, uso de explosivos e tentativas de homicídio. O endereço da nossa antiga sede pública, localizada na Travessa dos Venezianos, foi invadido pela polícia que apreendeu computadores, telefones, livros e outros pertences do grupo cultural que mantinha o espaço. Ficamos sabendo que o mandado era endereçado à nossa Organização. Outros locais político-culturais também receberam "visita" da polícia civil.

O debate sobre segurança pública em tempos de pós-verdade

Março 14, 2019 - 01:29
Publicado em:
0 comments

Já há algum tempo, intelectuais, acadêmicos(as) e militantes do campo progressista que debatem assuntos relacionados à área da segurança pública vêm sendo acusados(as) de complacência com criminosos e de apresentarem argumentos deveras sentimentais. Parece ridículo que, em tempos de laranjas, a atual direita brasileira possa acusar alguém de complacência com criminosos, mas acontece.