Mais populares

Mais populares

Lula Golbery Odebrecht da Silva - midiacoletiva.org

Abril 17, 2017 - 18:04
10 comments

Um dos grandes mistérios da história politica brasileira é compreender por que, afinal, os próceres do regime militar deixaram um jovem e desconhecido metalúrgico Luís Inácio da Silva, sem origem partidária e sem referência, sem grandes articulações, de repente se transformar em grande líder. Lula tem estrela? Sorte? É um predestinado? Ou teria sido construído, meticulosamente, nos arquivos secretos da ditadura? Fala-se inclusive, entre os militares da repressão, que Lula seria invenção do general Golbery do Couto e Silva”

Fonte: http://midiacoletiva.org/lula-golbery-odebrecht-da-silva/

Liberdade para Rafael Braga: Carta aberta à primeira câmara criminal do tribunal de justiça

Agosto 06, 2017 - 15:39
Publicado em:
1 comments

Jovem negro e pobre, nascido em uma das centenas de favelas no município do Rio de Janeiro. Jovem negro e pobre que passa noites em claro devido ao estado de miséria e fome que vivencia junto com sua família. Jovem negro e pobre invisível para a sociedade e pelo poder público. Jovem negro e pobre que vê no subemprego a única chance de sobrevivência. Esta poderia ser a descrição de milhões de jovens negros do Brasil que passam anonimamente diante de nossos olhos.

Desta vez, porém, esse jovem tem nome: Rafael Braga Vieira.

Por que erramos ao gritar Diretas Já?

Maio 24, 2017 - 23:47
11 comments

Em meio ao caos generalizado no qual transformou-se a política institucional brasileira e mundial nos últimos anos, discursos incoerentes vem ganhando destaque na mídia e espaço entre a população de forma assustadora. Tendo em vista a polarização no espectro político nacional, de um lado temos o discurso assumidamente de direita – na maior parte das vezes oriundo das classes média e alta, eleitores de partidos como o PSDB e o PMDB, que pautam a ideologia neoliberal, como João Dória, ou defensores de políticos assumidamente conservadores e autoritários como Jair Bolsonaro e sua família, defensores da intervenção militar – e do outro lado temos o discurso fantasiado de esquerda mas que compôs a mesma agenda neoliberal que dizia combater, é o caso do PT, CUT e sua base, que estavam desaparecidos mas agora reapareceram nas ruas, após anos de silêncio, mesmo diante da aprovação de leis de repressão e censura como a lei antiterror aprovada por Dilma, o silêncio diante do genocídio nas favelas durante o governo PT, as diversas remoções para dar lugar aos megaeventos e o massacre contra o povo indígena financiado por empresários ligados ao partido, que ainda contou com a nomeação de Kátia Abreu.

Rio de Janeiro-RJ: AJUDE A FAMÍLIA DO RAFAEL BRAGA

Novembro 23, 2016 - 14:31
Publicado em:
0 comments

A Campanha Pela Liberdade de Rafael Braga, além de mobilizar em torno da luta para libertar o Rafael, também mantém estreitos laços com sua família, fazendo o possível para ajudá-los com recursos financeiros, já que o Rafael ajudava em casa com o dinheiro que conseguia recolhendo latinha e plástico na rua. Grande parte do dinheiro que a Campanha arrecada com venda de camisas e bottons vai para a família do Rafael ou para o próprio dentro da prisão, porém muitas vezes não é o suficiente.

Rio de Janeiro: Grande Manifestação pela Educação Termina em Repressão Policial

Maio 17, 2019 - 12:22
Publicado em:
0 comments

Manifestação

A paralisação da educação do dia 15 de maio foi marcada inicialmente contra a reforma da previdência, mas após os cortes serem anunciados pelo governo, a pauta da educação foi incorporada gerando ainda mais apoio entre a população. A estimativa é que, juntando todas as cidades em que houve protestos, milhões de pessoas tenham ido às ruas nesse dia 15. É o maior ato de rua registrado desde as manifestações pró e contra o impeachment, em 2015.

Mais uma Manifestação pela Educação Toma o Centro do Rio

Maio 30, 2019 - 22:50
Publicado em:
0 comments

Os cartazes, faixas e gritos eram contra os cortes de verba para as universidades públicas de institutos federais de ensino técnico. O corte pode impedir o funcionamento de diversas instituições de ensino a partir da metade do ano. Também houve manifestações contrárias à reforma de previdência proposta pelo governo.

 

O protesto foi pacífico.

Diversos Protestos em Apoio à Greve Geral Tomam o Rio de Janeiro

Junho 14, 2019 - 22:35
0 comments

O dia de mobilização começou pouco antes das 6 horas da manhã. Diversos trancamentos foram realizados em pontos estratégicos da cidade. A Linha Vermelha e uma via expressa de São Gonçalo foram fechadas com barricadas, enquanto a Marquês de Paraná, em Niterói, a Leopoldina sentido Centro e a descida da ponte Rio-Niterói na altura do INTO eram trancadas por manifestações. Estima-se que tenha causado um impacto de cerca de 45 km no trânsito da cidade, além de aumentar o tempo de travessia da ponte Rio-Niterói para mais de uma hora.

Qual Será o Futuro do Ensino Superior com o Future-se?

Julho 18, 2019 - 16:29
Publicado em:
2 comments

Primeiramente, é preciso entender a linha de liberdade econômica defendida pelo governo. Paulo Guedes e Weintraub trabalham na defesa de um projeto político que garante cada vez mais poder econômico, político e social às instituições e empresas privadas em detrimento do setor público. Por que isso é ruim? Bem, instituições privadas servem aos interesses de quem as comanda.

Aprovado Texto Base da Reforma da Previdência pela Câmara dos Deputados

Julho 10, 2019 - 20:51
1 comments

A reforma institui uma idade mínima para aposentadoria de 62 anos para as mulheres e 65 anos para os homens, além de tempo mínimo de contribuição de 20 anos para os homens e 15 anos para as mulheres. Servidores terão contribuição mínima de 25 anos.

Manifestação Contra o Future-se Lota o Rio de Janeiro

Agosto 13, 2019 - 20:51
0 comments

Os milhares de estudantes entoaram gritos de guerra contra o Future-se, que entre outras coisas simboliza um grande passo do governo rumo à privatização das universidades públicas. Também denunciaram os cortes de orçamento que podem impedir o funcionamento das universidades a partir de setembro.

O ato foi o terceiro puxado pelo movimento estudantil desde o anúncio do contingenciamento de gastos com o ensino superior público, e teve forte adesão popular mesmo sendo logo após o final das férias.

Páginas