Mais populares

Mais populares

Paraty-RJ: Moradoras e moradores INCENDEIAM ÔNIBUS e BARRAM O AUMENTO da linha Paraty X Perequê

Janeiro 20, 2017 - 02:37
Publicado em:
2 comments

Desde o anúncio do aumento das tarifas de ônibus intermunicipais, que ocorreu em 13 de Janeiro e que afetava duas importantes linhas (Paraty X Perequê, que foi de R$5,00 para R$7,00 e Paraty X Angra, que foi de R$ 12,50 para R$ 14,00), moradoras e moradores começaram a se articular em seus bairros e a fechar a BR 101 com barricadas.

[São Paulo - SP] Ocupação Aqualtune ameaçada de reintegração de posse

Junho 07, 2019 - 08:08
0 comments
#OcupaçãoAqualtuneResiste

A ocupação Aqualtune resiste há mais de 3 anos no meio de um bairro elitizado, em Pinheiros. Além de ser a casa de famílias constituídas por crianças, idosos, mães solteiras e pessoas com problemas de saúde, a ocupação transformou um edifício que estava abandonado há 8 anos em um espaço cultural e educativo.

Lá são realizados eventos como saraus, peças de teatro e, desde o ano passado, existe no local um cursinho popular pré-universitário.

Pedimos ajuda para divulgar ao máximo essa situação alarmante e repassar essas informações pra contatos de mídia.

Sobre a tática Black Bloc nos movimentos populares do Rio de Janeiro

Março 28, 2017 - 21:26
2 comments

As jornadas de junho de 2013 alcançaram seu objetivo específico, a redução da passagem, mas como não havia horizonte estratégico bem desenhado, isto é, como não se tinha em mente qual seria o próximo passo, qual seria o novo objetivo especifico – a maioria das pessoas nem acreditava na vitória –, como as formas de intervenção não preparavam para um novo estágio organizativo, o recuo foi inevitável. A tática da revolta popular (denominada assim pelo blog Passa palavra) mostrou seus limites devido a transformação dos meios em finalidades e pela ausência de perspectivas.

A Ger'Ação Direta no DF: Reflexões sobre as lutas sociais em Brasília na primeira década século XXI

O presente artigo tem como eixo condutor a relação entre a atual geração do movimento estudantil na UNB e o processo contemporâneo de movimentos sociais no Distrito Federal. Trabalharemos a hipótese de que a Ação Direta é a principal característica deste período. Sua análise terá como parâmetro cinco eventos nos quais a participação de estudantes secundaristas e/ ou universitários/as foi determinante: a Greve Nacional das Universidades Federais de 2001; a Luta pelo Passe Livre Estudantil e Contra o Aumento de Passagens de ônibus de 2004-2006; a Ocupação da Reitoria da UNB e a Luta pela Paridade de 2008; o Movimento Fora Arruda e Toda Máfia de 2009-2010; a Luta em Defesa do Santuário dos Pajés e contra o Setor Noroeste de 2011-2012. A análise será feita desde as recentes produções acadêmicas de ativistas sobre o movimento que apresentam diferentes características desta luta. Faremos, por fim, um balanço geral das principais contradições, limites e possibilidades desta luta, finalizando com uma breve comparação desta geração com outra, de 1968, também marcada por sua radicalidade.

“Sabe como é, trabalhador de aplicativo não tem sindicato...”

Junho 18, 2019 - 13:46
Publicado em:
1 comments

“Essa greve aí? Isso não vai dar em nada! Pessoal tem é que trabalhar. Não muda nada, pessoal fala que vai parar aí quando você vê é só meia dúzia de gato pingado. E com a situação difícil que tá esse país, você acha mesmo que vai mudar alguma coisa? E tem outra, a gente não tem nem patrão pra reclamar, porque os donos mesmo da Uber não ficam no Brasil. Eu não acredito numa saída não. Sabe como é, trabalhador de aplicativo não tem sindicato, o negócio é trabalhar, não tem muita saída não. No grupo ninguém tá confiando muito nisso aí e é isso.

Chacina em Pau D`arco no Pará é Crime de Estado!

Maio 25, 2017 - 01:57
Publicado em:
1 comments

As informações dão conta de 11 mortos e 14 baleados.

As informações que chegaram até agora apontam a DECA como a responsável pela operação militar.

As mentiras começam com a DECA informando que os policiais foram recebidos a tiros e reagiram! Mentirosos! Assassinos! Canalhas!

Cartilha Grêmio Autônomo e Auto Organizado

Essa cartilha é o resultado de um acúmulo histórico da luta do movimento estudantil local e foi elaborado com o intuito de resgatar os princípios de organização baseados na autonomia, horizontalidade, independência, apartidarismo e democracia direta desvalorizados nas ultimas décadas por conta de disputas institucionais, ou seja, disputas que estão sempre vinculadas aos governos ou a grupos que possuem interesses particulares em detrimento da construção da luta popular.

Diversos Protestos em Apoio à Greve Geral Tomam o Rio de Janeiro

Junho 14, 2019 - 22:35
0 comments

O dia de mobilização começou pouco antes das 6 horas da manhã. Diversos trancamentos foram realizados em pontos estratégicos da cidade. A Linha Vermelha e uma via expressa de São Gonçalo foram fechadas com barricadas, enquanto a Marquês de Paraná, em Niterói, a Leopoldina sentido Centro e a descida da ponte Rio-Niterói na altura do INTO eram trancadas por manifestações. Estima-se que tenha causado um impacto de cerca de 45 km no trânsito da cidade, além de aumentar o tempo de travessia da ponte Rio-Niterói para mais de uma hora.

Paraty - RJ : Manifestantes lançam campanha contra decreto da prefeitura

Julho 24, 2017 - 00:51
3 comments
O convite, realizado apenas para os moradores e comerciantes do centro histórico, excluiu da reunião aqueles que moram nas regiões mais periféricas de Paraty e o chamado foi feito um dia antes da data marcada para o lançamento da campanha.

Paraty-RJ: Moradoras e moradores se revoltam com o AUMENTO DAS TARIFAS intermunicipais

Janeiro 17, 2017 - 18:16
Publicado em:
2 comments

Ontem, dia 16/01, moradoras e moradores do bairro de Praia Grande em Paraty-RJ, realizaram uma manifestação contra o aumento das tarifas intermunicipais e trancaram a rodovia BR-101 das 16h até às 23:30h. A via foi fechada com troncos de árvore e atearam fogo, não deixando nenhum veículo passar. 

Um exemplo do fisiologismo como prática de movimento

Julho 01, 2019 - 22:00
Publicado em:
3 comments

O tempo passou e outras coisas foram acontecendo. Os ataques constantes à educação, o quase fim do PIBID, a controvérsia das Olimpíadas e tudo o que elas trouxeram, o exército na favela e o impeachment da então presidenta Dilma mexeram com Maria. Ela se dividia entre acompanhar todos esses acontecimentos, lutar, sobretudo contra os cortes na educação, e ainda dar conta do trabalho e da pesquisa. O tempo continuou a passar, e Maria não teve mais notícia da APG. Por um tempo, ela nem pensava nisso: estava focada em sua pesquisa.

Por que Sérgio Moro compactua com os 80 tiros que mataram Evaldo?

Abril 09, 2019 - 00:48
0 comments

Um crime bárbaro chocou o Brasil no último dia 7. Uma família passeava de carro pela Zona Oeste do Rio de Janeiro quando foi alvejada. Foram 80 tiros disparados contra o carro onde se encontrava a família do músico de 51 anos Evaldo dos Santos Rosa, que não resistiu aos ferimentos e faleceu acompanhado de seu filho de 7 anos e de sua esposa.

Páginas