Rio de Janeiro-RJ: Protesto contra a PEC241 tem repressão e resistência

Rio de Janeiro-RJ: Protesto contra a PEC241 tem repressão e resistência

Novembro 11, 2016 - 23:35
Posted in:
0 comments

Nesta sexta-feira, dia 11 de novembro, cerca de 5 mil manifestantes se concentraram na Candelária, no centro do Rio de Janeiro, para denunciar mais uma vez a PEC 241 – que agora, passada para o senado, transformou-se em PEC 55.

O ato começou por volta das 17 horas e saiu às 19 horas pela Avenida Rio Branco rumo à ALERJ e contava com a presença de partidos políticos, movimentos sociais, estudantes e manifestantes independentes.

Ao chegar na ALERJ, por volta das 20 horas, os manifestantes se depararam com três grandes cordões policiais protegendo o prédio – que no dia anterior havia sido ocupado por policiais que manifestavam. A manifestação ficou concentrada por bastante tempo na frente da Assembleia.

Já no final do ato, os policiais militares abandonaram os cordões na frente do prédio e desceram as escadarias para perseguir manifestantes que ainda se encontravam na frente da ALERJ. Bombas de efeito moral foram lançadas contra as pessoas, além de spray de pimenta e cassetetes. Os manifestantes resistiram nas ruas do centro por algum tempo, porém depois houve a dispersão.

Policiais continuaram perseguindo os manifestantes pelas ruas mesmo após a dispersão, e realizaram revistas em bares e em ruas onde não havia manifestação.

Três estudantes foram detidos, mas logo liberados. Um jornalista passou mal com o gás durante a repressão da polícia. A cavalaria persistiu na perseguição aos ativistas durante um tempo após a dispersão do ato. Fogueiras foram feitas nas ruas pelos manifestantes, que revidavam com pedras e garrafas.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.