Paraty-RJ: Moradoras e moradores INCENDEIAM ÔNIBUS e BARRAM O AUMENTO da linha Paraty X Perequê

Paraty-RJ: Moradoras e moradores INCENDEIAM ÔNIBUS e BARRAM O AUMENTO da linha Paraty X Perequê

Janeiro 20, 2017 - 02:37
Publicado em:
2 comments

Desde o anúncio do aumento das tarifas de ônibus intermunicipais, que ocorreu em 13 de Janeiro e que afetava duas importantes linhas (Paraty X Perequê, que foi de R$5,00 para R$7,00 e Paraty X Angra, que foi de R$ 12,50 para R$ 14,00), moradoras e moradores começaram a se articular em seus bairros e a fechar a BR 101 com barricadas.

O primeiro bairro a se rebelar contra os aumentos foi o de Taquari que fechou a rodovia no dia 14 de Janeiro e disparou a tática para os outros bairros que, a cada novo ato, se radicalizava ainda mais. Após esse ato, a Colitur chamou uma reunião aberta, no dia 16, com o objetivo de evitar novas manifestações, no entanto, no momento da reunião, a empresa apenas se reuniu com alguns indivíduos.

Mesmo com uma reunião marcada com a Colitur, o bairro de Praia Grande também fechou a rodovia com barricadas e despertando um segundo protesto paralelo na rodoviária, onde os manifestantes bloquearam algumas passagens de ônibus. Devido a essa manifestação, a Colitur novamente divulgou um novo chamado de reunião, na tentativa de desestruturar o movimento que ganhava corpo contra o aumento.

De qualquer forma, no dia seguinte, o bairro Corumbê também se manifestou e trancou a rodovia, o que preocupou ainda mais a empresa Colitur que, mesmo se focando na tentativa de dispersar os atos através de convites para reuniões que mudavam de local de uma hora para a outra, não conseguiu evitar a manifestação do dia 17.

Alguns indivíduos que compareceram à reunião com a Colitur relataram que o representante da empresa tentou um acordo para diminuir o valor do aumento da tarifa da linha Paraty X Perequê para R$6,00, porém as moradoras e moradores ainda consideraram um elevado aumento no valor da tarifa.

No dia 19, contudo, as moradoras e os moradores de Barra Grande tomaram as ruas e fecharam novamente a rodovia com o intuito de rechaçar o novo valor do aumento. O ato se estendeu e adquiriu um grau elevado de radicalidade devido à insatisfação da população com o aumento somado à tentativa de manobra da empresa para desorganizar os protestos. Com isso, dois ônibus da Colitur foram incendiados, o que levou a empresa a cancelar o aumento e retomar a tarifa original da linha Paraty X Perequê de R$ 5,00. A população do bairro estão a espera do cumprimento da decisão.

Segundo relatos, moradoras e moradores afetados pelo alto valor da linha Paraty X Angra tentam se articular para levantar a questão dessa segunda linha que também teve o aumento decretado e que, até então, a Colitur não se pronunciou em relação ao retorno do valor original.

Em Angra dos Reis, moradores já começam a se organizar para manifestações contra o aumento das tarifas.

Leia mais: Paraty-RJ: Moradoras e moradores se revoltam com o AUMENTO DAS TARIFAS intermunicipais

There are 2 Comments

Parabéns Paraty! Estão mostrando que quem manda é o povo!!! Se transporte é público por que a gente paga? Ta errado isso!! Transporte tem que ser gratuito, para que todos tenham o direito de ir e vir quando quiserem! Ou só pode ir e vir quem tem dinheiro?
Se não tenho dinheiro para a passagem como posso ir ao hospital? Então o hospital tbm nao é gratuito!
Chega de ser roubados pelas empresas que só lucram nossa necessidade de se locomover

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.