La Nave Radio zarpou no VIII Fórum Social Panamazônico do Peru

La Nave Radio zarpou no VIII Fórum Social Panamazônico do Peru

Maio 15, 2017 - 14:34
0 comments

Mais de 35 comunicadoras e comunicadores de 7 países embarcaram nessa Nave

Entre os dias 28/4 e 1/5/2017 aconteceu o Fórum Social Panamazônico (FOSPA), que reuniu povos tradicionais, movimentos populares e ONGs da Amazônia em Tarapoto, no Peru. Foi de lá que zarpou La Nave Radio, uma iniciativa que contou com a participação de mais de 35 comunicadoras e comunicadores do Brasil, Peru, Colômbia, Equador, Argentina, Alemanha e França. Entre eles estavam indígenas, quilombolas, ribeirinhos e comunicadores urbanos de várias rádios livres e comunitárias, programas educativos, agências de informação independentes, heckers e educadores populares. Os principais facilitadores da ação foram a Radialistas Apasionad@s, El Churo Comunicación, AMARC Brasil, Servindi e Rádio Ucamara. Entre os participantes estava o CMI-Tefé.

Além de instalar um estúdio de web-rádio bem no meio do caminho do FOSPA, La Nave realizou também performance, mural, dança, produção de notícias, audiovisual, palestras, assembléias, oficinas de software livre a comunicação indígena, e organizou ainda o Videoforo, espaço no FOSPA dedicado à apresentação de vídeos populares e à criação de uma rede de produtoras e produtores. A Nave Radio foi gerida de modo horizontal, tendo como princípios a descolonização, o diálogo, denúncia e a luta social, interculturalidade, o fortalecimento das identidades locais e da união dos povos, a criação de redes e “tecer as criatividades”. Teorias da comunicação indígenas e quilombolas foram referências significativas dos debates que orientaram esta ação.

Várias pessoas destacaram a importância da rádio ter sido um espaço livre para as vozes e culturas presentes no FOSPA, pois animou a livre expressão dos povos e movimentos que não tinham lugar nas mesas de debate. A realização de uma ação conjunta e face a face entre comunicadores e comunicadoras de 7 países também foi um passo importante para facilitar a criação de redes de comunicação que alimentem a união na diversidade e contra o capitalismo. Uma das iniciativas mais exitosas foi a assembléia para a criação da Rede das Ciber Amazonas, que visa unir ainda mais as comunicadoras. A principal referência na internet de toda essa mobilização é o site pororoca.red.

Antes da ação no FOSPA, a rede começou a ser construída em 2015 através do projeto La Nave Va, no qual comunicadores indígenas e não indígenas fizeram uma viagem de Quito, no Equador, até Tefé, no Brasil, passando pelo Peru e conhecendo as experiências locais de luta e comunicação, e do projeto Mídia dos Povos, em que comunicadoras e comunicadores da Amazônia brasileira se reúnem em diferentes localidades para compartilhar memórias, saberes, formação e tecnologia. O próximo Encontro Mídia dos Povos será na aldeia Marajaí (Alvarães, AM), de 24 a 28/7/2017.

Logo de La Nave Radio

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.