Primeiro de Maio é Marcado por Protesto no Rio

Primeiro de Maio é Marcado por Protesto no Rio

Maio 01, 2018 - 21:29
0 comments

Manifestantes se concentraram na Praça Mauá, próximos ao Museu do Amanhã, por volta das 15 horas e denunciaram a intervenção federal que ocorre na cidade e as políticas elitistas do governo, que visam a retirada de direitos da classe trabalhadora.

Neste primeiro de maio, manifestantes reuniram-se na praça Mauá e fizeram discursos contra as reformas que ameaçam direitos adquiridos pela classe trabalhadora, contra a intervenção militar no Rio, que vem aumentando ainda mais a situação de violência que vivem os moradores da periferia, pelo direito à moradia, com forte presença de militantes da FIST, pelo direito dos povos indígenas e contra as remoções forçadas que ocorrem em ocupações pela cidade.

O ato ocorreu a partir das 15 horas e contou com palavras de ordem e discursos de diversos manifestantes, além de panfletagem e intervenções artísticas. A ideia era marcar uma data que vem sendo descaracterizada pela mídia: o dia do trabalhador cada vez mais vai se tornando "dia do trabalho", numa tentativa de retirar o caráter classista deste feriado, quando em 1886 ocorreu a morte de operários que lutavam pela diminuíção da carga horária para 8 horas diárias, direito este que hoje vem sendo atacado pela reforma trabalhista do governo Temer.

A manifestação terminou com uma sessão de improviso de RAP e se dispersou por volta das 18 horas.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.