Eldorado dos Carajás - PA: famílias acampadas estão ameaçadas de despejo

Eldorado dos Carajás - PA: famílias acampadas estão ameaçadas de despejo

Junho 09, 2019 - 21:22
0 comments

A fazenda Maria Bonita foi ocupada em 25 de Julho de 2008, no dia do Trabalhador Rural, como forma de denunciar o grande escândalo de corrupção em âmbito nacional que envolvia o banqueiro e latifundiário Daniel Dantas.

Daniel Dantas, empresário do grupo Opportunity, esse que é responsável da Agropecuária Santa Bárbara que esta exige a reintegração de posse. A agropecuária que tem cerca de 500 mil hectares de terras no Sul e Sudeste do estado do Pará tem a origem duvidosa e vários históricos de violências e denúncias contra trabalhadores, segundo matéria do site dos Movimentos dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (Despejo no Pará ameaça dez anos de produção de alimentos saudáveis). Ações de violência contra as trabalhadoras e trabalhadores não é um novidade nessas regiões do estado que foi espaço de um Massacre há 23 anos com 19 mortes.

Daniel Dantas é acusado pela Polícia Federal de liderar organização criminosa, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e formação de quadrilha e condenado a mais de 10 de prisão na Operação Santiagraha.

Atualmente são 212 famílias Sem-Terra vivendo no Acampamento Dalcídio Jurandir, em Eldorado dos Carajás (PA),onde era a fazenda Maria Bonita. Famílias que vivendo o cotidiano de produção de alimentos saudáveis comercializados no próprio município ao qual esta localizada o acampamento e mais Xinguara, Redenção, Rio Maria, Curionópolis e outros.

A produção é diversificada em diversidade que conta com mais de 45 tipos de frutas, verduras, leguminosas, hortaliças e criações de pequenos animais e gado leiteiro que fornece 184 mil litros de leite por mês, também uma produção de 174 toneladas de farinha, Segundo o Manifesto das famílias ameaçadas de despejo do Acampamento Dalcídio Jurandir (onde você pode ler no link supracitado do MST).

A terra é de quem nela produz e um importante bem para as trabalhadoras e trabalhadores para ter o mínimo para construir sua dignidade. Em tempos que Flávio Bolsorano, o filho “Zero 1” da família, pretende realizar uma mudança na Constituição para dificultar a desapropriação da terra defendendo que basta o proprietário realizar uma função social da terra para que não tenha sua propriedade expropriada ao benefício dos trabalhadores.

Todo apoio a luta dos camponeses de Eldorado dos Carajás na construção de uma vida digna e contra todos os ataques governamentais e do empresariado rural que tenta destruir aqueles que nos alimentam diariamente.

 

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.