O Prof. Aluísio Pimenta destacava-se dentre todos, tanto em função de seus cabelos grisalhos, quanto por sua pele arroseada, mas, especialmente, pelo brilho de sua capacidade, vivência e experiência.

Especialista na questão racial, ele tem vários artigos publicados à respeito, em conceituados jornais da região, e oferecido a amplitude de sua visão para congregar os interesses da raça negra, nas reuniões ocorridas no Sindicato dos Jornalistas de MG, casa para onde correm diversos movimentos sociais, em busca de infra-estrutura para realizarem seus encontros. É a casa do povo mineiro!

Henrique Silva, jornalista e operador de câmera da Rede Globo de TV, é o maior entusiasta da causa das cotas, cuja energia tem concretizado a realização destes encontros. Desdobra-se em contatos e convites para que estivessem ali, representantes das instituições organizadas para a defesa da causa negra, da UFMG, políticos e pessoas interessadas no tema de uma maneira geral, assegurando assim que todos os fatores envolvidos nesta complexa questão sejam abordados convenientemente, e, preparada a base para um plano de ação objetiva de curto, médio e longo prazo.

O Prof. Vicente Oliveira, do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros da UEMG, companheiro de caminhada do ilustre ex-Ministro da Educação e Cultura, também honrou o movimento com sua presença nas duas primeiras reuniões.

Willeman Hestofany da Silva e Ronaldo Moreira Araujo, representaram o Conselho Estadual da Comunidade Negra.

Marx Gogner estava ali em nome da Federação Israelita de MG.

Mônica Aguiar, representou o Vereador Paulão.

Maurício Heleno Adão, do SOS Racismo também compareceu.

A Rádio Favela gravou os dois últimos eventos para veiculação junto aos seus ouvintes. Mais um trabalho de destaque de Misael Avelino dos Santos e sua equipe, colocaram, mais uma vez, esta onda no ar. Rádio Comunitária é isto!

A Diretora do Colégio Estadual Central, Lúcia de Macedo S. Poti, foi simpatizante da primeira hora.

"Berimbrown" manifestou-se com uma parte da equipe, comprometendo-se a usar sua arte para contribuir nesta causa.

Outros mais estiveram lá, mas o destaque desta última reunião, foi o Prof. Mauro Mendes Braga, Chefe de Gabinete da Reitora, e a Prof. Maria Ceres P. Spínola Castro, Diretora de Divulgação e Comunicação Social da UFMG, os quais não tinham disponibilidade para esta participação, mas conseguiram rearranjar seus compromissos para poderem comparecer.

Com a tradicional serenidade acadêmica, o Prof. Braga e a Profa. Ceres expuseram os dados sobre a participação dos negros, dentre os aprovados do Vestibular 2003, fornecidos pelos candidatos em suas fichas de inscrição, os quais denotam certa credibilidade, já que nada teriam a ganhar ou a perder, deturpando estas informações.

Em média geral, as 4400 vagas foram preenchidas por 24% de negros. Dos 51 cursos, apenas 15 possuem menos de 20% de negros. Dentre estes, estão exatamente os cursos mais valorizados e cobiçados, como Odontologia, Medicina, Informática...

Em breve estará sendo distribuído pelo movimento o material por ele utilizado para a reunião.

Está sendo feito um esforço enorme no sentido de contatar e convidar todas as entidades que defendem a cultura negra na região de BH, com o objetivo de fortalecer esta luta para o bem comum e reparação das injustiças sociais sofridas por aqueles que realizaram o serviço mais pesado na construção deste grande país.

A lista de discussão "Democracia Racial" é um espaço, onde são veiculadas informações, aberto para o debate por parte de todos as visões existentes sobre o tema:  http://br.groups.yahoo.com/group/DemocraciaRacial

Ali também estão as fotos da última reunião, das quais apenas uma está disponibilizada aqui:  http://br.photos.groups.yahoo.com/group/DemocraciaRacial/lst

______________________________________________
(*)
Heitor Reis é Engenheiro Civil, articulista e palestrista da Fenai - Federação Nacional de Imprensa e membro da AIDF - Ass. de Imprensa do Distrito Federal. Aceita críticas e sugestões, dialeticamente. "Copyleft". Nenhum direito autoral reservado. Cursos e palestras gratuitas.