Este artigo pretende dar uma idéia dos inventores e cientistas brasileiros, geralmente, desconhecidos da juventude estudiosa de hoje.

Muitas vezes, inventos importantes foram feitos por nossos conterrâneos que, sem recursos para a continuação dos trabalhos, estes acabavam caindo nas mãos de estrangeiros, considerados como os verdadeiros autores.

Podemos concluir, pois, que é apreciável a quantidade de inventores brasileiros.

Muita gente diz que brasileiro não inventa nada, tirando, naturalmente, Santos Dumont, que é conhecido de todo o mundo. Porém, muita coisa já foi inventada, e continua sendo nos dias de hoje, no entanto, por falta de conhecimento ou de recursos para continuarem seus trabalhos, muitos inventores permanecem no anonimato.

1 - O mestre de ginástica, residente no Rio de Janeiro, João Manso Pereira, no ano de 1793, inventou melhores processos para o fabrico dos vinhos e do açúcar, logrando destilar aguardente da raiz de sapé, extrair álcalis da bananeira e da mandioca, bem como, fabricar camafeus com argila do País, semelhantes às da Saxônia e de Sèvres.
Os inventos de Pereira e outros da época foram levados ao conhecimento da Real Junta do Comércio, Agricultura, Fábricas e Navegação, por meio da qual se fizera par a rainha D. Maria, que muito se interessou. Esta escreveu uma carta ao inventor, subscrita pelos ministros Teotônio Gomes de Carvalho e Francisco Soares de Araújo, com data de setembro de 1794, pedindo amostras de seus inventos e oferecendo-lhe real apoio para continuar suas pesquisas. Isso mostra que nem sempre o inventor brasileiro foi desvalorizado.

2 - Manuel de Abreu (1894-1962) inventou um processo de micro-radiografia que se tornou conhecido mundialmente, a abreugrafia. Dias de Abreu trabalhou em hospitais franceses e com a então recente tecnologia de raios X, para propor uma adaptação da técnica (posteriormente chamada Abreugrafia) para sua utilização no diagnóstico da tuberculose.

3 - Joaquim Costa Ribeiro, físico brasileiro nascido no Rio de Janeiro, demonstrou, em 1943, a possibilidade de obtenção de eletretos pela solidificação da cera de carnaúba, na ausência de campo elétrico. Desenvolveu, em 1944, o "efeito termodielétrico", com a colaboração de outros físicos.

4 - César Lattes, físico brasileiro nascido em Curitiba, PR, obteve, artificialmente, o méson pi, juntamente com Cecil F. Powell, com grande repercussão para a Ciência (Universidade de Berkeley, EE.UU.), em 1947.
Em 1951, com Gardner, efetuou pesquisas sobre raios cósmicos, na Bolívia.

5 - Mário Schenberg, outro físico brasileiro, realizou importantes pesquisas no Brasil e no Exterior, principalmente, sobre a mecânica quântica; são de grande valor suas pesquisas a respeito do elétron puntiforme, desenvolvidas por ele a partir de 1944.

6 - O físico brasileiro Sérgio Pereira da Silva realizou experiências sobre o "raio da morte"(laser) nos Estados Unidos, notícia dada pela revista "O Cruzeiro", de 19 de outubro de 1963, quando este tipo de pesquisa ainda engatinhava. (os raios "laser" (light amplification by stimulated emission of radiation) foram descobertos pelo cientista americano Charles Townes, em 1958).

7 - Paulo Ribeiro Arruda, do Instituto de Física da USP, é autor de um dispositivo eletromecânico denominado por ele "polianalisador", utilizado na oscilografia catódica.

8 - Técnicos da Hatsuta Industrial S.A. (Guarulhos, S.P.) inventaram uma espécie de patinete motorizada, a que deram o nome de "walking machine", máquina de caminhar, de utilidade nas grandes cidades. Entre os inventores está um dos diretores da empresa, Takeshi Imai, 47.

9 - São importantes, ainda, na área de Física,
- efeito Raman ressonante, descoberto por Rogério Cerqueira Leite (em que a matéria reemite energia recebida), e
- espécie de oscilador desenvolvida pelos físicos brasileiros da UFRJ, Roberto Nicolsky e Adir Luiz (que permite o registro de sinais espaciais com mais nitidez). O Ministério das Comunicações do Japão testou essa teoria em junho de 1991, obtendo resultados positivos.
Em relação às ciências naturais, notadamente, nas áreas de Biologia e Medicina, temos, também, bastante coisa para relatar, conforme as várias pesquisas que já foram feitas e que continuam, mais intensamente, nos dias de hoje.

10 - Pedro Lund, sábio dinamarquês (1801-1880) que viveu muitos anos no Brasil, realizou importantes descobertas paleontológicas em Minas Gerais (região de Lagoa Santa).

11 - Vital Brazil Mineiro da Campanha (1865-1950) descobriu os primeiros soros antiofídicos (contra os venenos crotálico e botrópico) trabalhou no Instituto Butantã (São Paulo) e no Instituto Manguinhos (depois, Oswaldo Cruz), no Rio de Janeiro.

12- Carlos Ribeiro Justiniano das Chagas (1879-1934) descobriu em 1909, o agente patogênico da doença do sono, o Tripanossoma cruzi, bem como o mecanismo de sua transmissão pelo barbeiro.

12 - Manoel Augusto Pirajá da Silva (1873-1961), professor da Faculdade de Medicina da Bahia, foi o primeiro na América do Sul a encontrar o Schistosoma mansoni (1908), agente causador da esquistossomíase; descobriu, em 1912, o ciclo evolutivo do esquistossoma, sendo o primeiro a descrever sua cercária.

13 - Jaime Regallo Pereira (1893-1963) realizou importantes pesquisas sobre o veneno e o princípio ativo das plantas. Também, José Ribeiro do Valle e Zuleika Picarelli fizeram estudos sobre o veneno das cerdas urticantes da lagarta e sobre hormônios, em colaboração com outros cientistas.

14 - Olivério Mário de Oliveira Pinto (1896-1981) e Augusto Ruschi (1914-1986) realizaram importantes estudos sobre as aves do Brasil, catalogando muitas espécies novas.

15 - Henrique da Rocha Lima descobriu o bacilo do tifo, em 1916. Dirigiu, por vários anos, o Instituto Biológico de São Paulo.

16 - Mário Autuori (1907-1982) biólogo paulista que estudou, durante 25 anos, a vida das formigas, criando, em 1980, o primeiro sauveiro artificial exposto à visitação pública.

17 - Dr. Maurício Rocha e Silva (1910-1983) descobriu o medicamento bradicinina (1948), poderoso polipeptídeo hipotensor, que atua sobre a musculatura lisa.

18 - A máscara de olhos abertos foi inventada pelo cirurgião-dentista brasileiro Homero Ferreira de Morais, em 1950. (Modelagem da face de pessoas vivas, com os olhos abertos).

19 - Luneta satelista. Fabricada em dezembro de 1955 pelo técnico brasileiro Luís Gonzaga Bevilacqua, inspirada em um instrumento russo para observar os satélites artificiais, daí seu nome.

20 - O físico brasileiro Sérgio Mascarenhas descobriu, em 1955, o chamado "Efeito Mascarenhas", segundo o qual é possível aumentar a condução térmica de um dielétrico líquido aplicando-se ao mesmo um campo elétrico.

21 - Painel eletrônico. Inventado por Romero Arais, ferramenteiro brasileiro, em 1950. Representa um jogo de futebol em miniatura.

22 - O estetoscópio eletrônico foi inventado pelo brasileiro Idegaldo Giovani Bacci (de Curitiba, PR), em 1959. É biauricular, com amplificador eletrônico e transistores, ligado a um microfone ultrasensível. Em 1962, a firma americana Bell Aerosystem aperfeiçoou o aparelho.

23 - J. Geraldo Campos e Gilberto Menezes Góis fizeram o primeiro transplante de rim no Brasil e na América do Sul. (Hospital das Clínicas, São Paulo,21 de janeiro de 1965).

24 - Eurícledes de Jesus Zerbini, executou, a 26 de maio de 1968, o primeiro transplante de coração da América do Sul (Hospital das Clínicas), o segundo do mundo. Os anos de experiência do Dr. Zerbini em cardiologia o qualificaram no desenvolvimento de próteses cardíacas, feitas de dura-máter, uma película obtida do cérebro de cadáveres.

25 - Conforme reportagem de "O Cruzeiro", de 8 de julho de 1968, Édson Teixeira realizou o primeiro transplante de pâncreas.

26 - O farmacologista da Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto, S.P., Sergio Henrique Ferreira e o pesquisador britânico Steve Poolle, do Instituto Nacional de Padrões Biológicos da Inglaterra, descobriram um medicamento eficiente contra a dor inflamatória, sem os efeitos colaterais observados nos analgésicos atuais. A droga ficou conhecida como P-7. (O nome vem do sétimo peptídeo testado).

27 - Rafael Hypólito, 54, professor do Laboratório Geoquímico da USP, desenvolveu um aparelho que evita a contaminação de garimpeiros e poluição do meio ambiente por mercúrio.

27 - A primeira vacina contra a leishmaniose foi lançada pela Biobrás (Bioquímica do Brasil S.A.) em fevereiro de 1990, resultado de trabalhos realizados por Salles Gomes (1939), Samuel Barsley Pessoa (1940) e, por último, coroando de êxito as pesquisas, pelos professores da Universidade Federal de Minas Gerais, liderados por Wilson Mayrink (1971/79).

28 - Impressora para cegos. Criada pelo engenheiro brasileiro Fernando Calacioppo, da Racimec Indústria Mecânica (S.Paulo); o instrumento recebeu o nome de Ita Braile (1987).

29 - Marmita elétrica. Invenção do brasileiro Édison dos Reis (São Paulo, apresentada em janeiro e 1988. Consta de uma placa de alumínio onde se acham as resistências, envolvendo a marmita que vai dentro de uma bolsa.

30 - Alarme contra radiação. Tipo de alarme para prevenir acidentes com materiais radioativos, desenvolvido por Sérgio Mundim, engenheiro nuclear brasileiro da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN). O projeto foi denominado sistema automático de fiscalização online (Sato).

31 - Em 1991, no Instituto Butantã (São Paulo), foi produzida uma nova vacina anti-rábica, desenvolvida por Carlos Augusto Pereira, do Laboratório de Imunologia Viral. Foi feita a partir de células obtidas de rins de macaco e cultivadas em soluções nutritivas.

32 - Foi criada, na Fac. de Odontologia de Bauru, da USP, a saliva artificial ou "saliva biônica", contra o mau hálito, sendo fruto do trabalho de vários anos, realiza dos pela pesquisadora Olinda Tarzia, professora do Departamento de Bioquímica e responsável pela nova fórmula.

33 - Paulo Almeida Lustosa, dentista brasileiro inventou um remédio para a dor de dente cera do Dr. Lustosa _ composto de cera de abelhas, ácido fênico, óleo de cravo, colofônia e lidocaína.

34 - O médico brasileiro Paulo de Figueiredo Parreiras Horta descobriu a pietra preta, micose dos pelos da cabeça.

35 - O cirurgião Arnaldo Vieira de Carvalho, fundador da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo foi o introdutor da cirurgia gástrica e intestinal no Brasil.

37 - A tecnologia de cartão telefônico do tipo indutivo foi desenvolvida pelo engenheiro da Telebrás Nelson Bardini e implementada no Rio de Janeiro durante a conferência da ECO-92. De fabricação bem mais simples, o cartão tem custo bem menor que os similares usados nos EUA e Europa.

38 - A urna eletrônica, inicialmente implementada pelo juiz eleitoral Carlos Prudêncio da cidade de Brusque em Santa Catarina, atrai hoje o interesse dos EUA.

39 - Uma série de invenções na área de extração de petróleo em águas profundas, com o desenvolvimento de plataformas móveis (quando até então somente eram utilizadas plataformas fixas) fizeram da Petrobrás empresa líder mundial no setor.

39 - As adaptações no motor a gasolina, feitas pelo mecânico gaúcho Ernesto Stumpf do ITA.

40 - As inovações no cultivo da cana-de-açúcar pela Copersucar, viabilizaram o Pró-Álcool, a maior experiência no mundo de exploração comercial da biomassa como fonte alternativa de energia.

41 - Muitas idéias surgem despretensiosamente e acabam se convertendo num sucesso inesperado. Dodô e Osmar jamais imaginariam que seu desfile musical de 1938, em cima de uma velha camionete Ford viria a dar início a onda dos trios elétricos.

42 - O carioca Otávio Moraes, contornando a proibição policial de jogar futebol na praia, acabou inventando o futevôlei, nas areias da praia de Ipanema em 1965.

43 - Joahanna Dobereiner da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), observava intrigada que um determinando tipo de grama crescia sem a necessidade de adubos químicos aqui no Brasil, enquanto que o mesmo não se verificava nos países frios europeus. Foi quando ela verificou a presença de uma bactéria na grama, que só sobrevivia no clima quente brasileiro, e que fazia o papel de fixação de nitrogênio.

44 - A experiência do Dr. Ivo Pitanguy o habilitou para a invenção de uma técnica de cirurgia redutora de mama, que deixa uma pequena cicatriz na forma de um T invertido.

45 - No Far Manguinhos são produzidos oito dos doze medicamentos que compõe o coquetel anti-AIDS distribuído gratuitamente pelo Governo. Tratam-se de medicamentos genéricos, isto é, remédios cujas patentes já expiraram podendo ser copiados livremente. De tanto fazer 'engenharia reversa' - desmontando o medicamento dos outros para fazer um igual - o Brasil aprendeu a produzir um remédio próprio contra a AIDS. São moléculas novas dos inibidores de protease e da transcriptase reversa, as mesmas que formam o coquetel atual, mas que seriam menos tóxicas e com maior eficácia.

46 - Fruto do trabalho de cientistas de instituições de pesquisa, encontramos por exemplo os inúmeros cultivares de hortaliças, café e frutas, resistentes à pragas, produzidas pela Escola Superior de Agricultura de Lavras (Esalq-MG), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Instituto de Pesquisas da Amazônia (Inpa-MCT) e IAPAR.

47 - O Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo (IPT) descobriu uma nova bactéria capaz de transformar açúcar em plástico. Ela alimenta-se diretamente de açúcar, transformando o excedente do seu metabolismo em um plástico biodegradável chamado PHB. Sua vantagem é levar de um a dez anos para se degradar no ambiente, enquanto que o plástico de origem petroquímica pode levar centenas de anos para se degradar.

48 - O inventor paraibano Reginaldo Marinho, premiado com medalhas de ouro em Genebra e Londres, com uma tecnologia que rompe um paradigma da engenharia mundial ao incluir uma nova modalidade estrutural, de resinas plásticas às três conhecidas: de madeira, de concreto e de metal, usada na construção de silos e armazéns, escolas, espaços culturais, casas populares, ginásios esportivos, abrigos emergenciais e tantas outras aplicações de interesse nacional.

49 - O trabalho de centenas de pesquisadores coordenados por Andrew Simpson, num projeto mundialmente pioneiro de genoma da Xylella fastidiosa, causadora da praga do amarelinho, que atinge os laranjais, foi premiado com uma reportagem de capa na revista "Nature".

50 - O pernambucano Eduardo de Lima Castro desenvolveu lacres de segurança utilizados atualmente pelo Express Mail dos EUA. Hoje a ELC possui filiais nos Estados Unidos e Itália.

51 - Ernesto Heinzelmann, natural de Joinville, inventou um compressor usado em geladeiras e freezers de capacidade variável, capaz de manter a temperatura adequada sem a necessidade de submeter o motor a operações contínuas de liga e desliga, proporcionando uma economia de 40 % em energia. O produto alavancou as vendas da Embraco, líder no setor.

52 - Um novo método para produzir insulina artificial que utiliza tecnologia de DNA recombinante foi desenvolvido por pesquisadores do Departamento de Biologia Molecular da Universidade de Brasília dando origem a Biobrás. O trabalho dos professores Gladstone Drummond e Antônio Secundino, nos anos 30, no melhoramento do milho, culminou na fundação da Agroceres, com o surgimento do primeiro híbrido comercial brasileiro. Hoje a Agroceres é um dos maiores grupos privados atuando em produção de sementes.

53 - Outra empresa, a Suzano, de Max Feffer e seu pai Leon Feffer, inovou com o aproveitamento do eucalipto em larga escala, na produção de celulose de fibra curta, algo que parecia pouco sensato há 50 anos, revolucionando a fabricação de papel no mundo. Em 1995, a revista Forbes citou Leon Feffer como o quinto homem mais rico do planeta.

54 - Arnaldo Rojek, que tem apenas o curso primário e é o inventor do furo de alívio em latas de conservas, que facilitou bastante a sua abertura.
A Metalgráfica Rojek é detentora da patente do sistema e mantém 80% de participação no mercado brasileiro.

56 - O físico Alintor Fiorenzano inventou o eliminador de ácaros Sterilair, vendendo a invenção para uma empresa japonesa.

57 - A dentista Terezinha Zorowith buscando resolver seus problemas domésticos, inventou o escorredor de arroz, que licenciou para a empresa paulista Troll.
58 - O mecânico Alfredo Moser inventou um sistema simples de iluminação que utiliza embalagens recicláveis de garrafas PET.

59 - O mineiro Dálcio Simões inventou um pequeno mecanismo eletrônico que auxilia deficientes físicos a chamar o ônibus ou taxi.

60 - O microbiologista Luís Fernando Xavier Farah inventou a pele artificial, o BioFill, obtida pela biossíntese de um tipo de bactérias e produzido pela Fibrocel.

Conclusões
E depois dizem que os brasileiros não inventam nada...
Temos certeza de que vários outros nomes ainda poderão ser acrescentados na presente lista

Moacyr Costa Ferreira
Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Guaxupé - FAFIG
 moacyr@email.fundeg.br