33 anos depois a esquerda marchou com força, mas dividida. Houve tanto protestos pacíficos de grupos de direitos humanos, estudantes, etc, como ações diretas anti-capitalistas com o ataque a símbolos do capitalismo, como bancos e prédios governamentais. Pessoas do Partido e da Juventude Comunista atacaram anarquistas, e houve enfrentamentos com a polícia. Segundo o CMI de Santiago foram 33 presos e 4 policiais feridos.

ESSAS FOTOS FORAM TIRADAS DOS SEGUINTES SITES:

(VALE A PENA CONFERIR AS MUITAS OUTRAS FOTOS E AS MATÉRIAS PUBLICADAS NELES)

 http://santiago.indymedia.org/

 http://www.edoneo.org/chile.html

 http://www.hommodolars.cl/e107/content.php?content.2122