PEDIMOS ÀS PESSOAS E ÀS RÁDIOS LIVRES QUE DIVULGUEM A SITUAÇÃO DE OAXACA!