Na última sexta-feira, dia 24/07, os estudantes da UNIFOR, juntamente com de outras faculdades, aproveitaram a Jornada da Educação Pública e fizeram suas reivindicações na reitoria da UNIFOR.

Durante boa parte da manhã e da tarde os estudantes protestaram com cartazes, apitos e com palavras de ordem contestando as altas taxas que a UNIFOR cobra aos alunos.

O protesto começou em frente à biblioteca, se estendendo até à reitoria.

Tentou-se diálogo com o reitor, mas o que houve foram apenas diálogos superficiais com o diretor, já que informaram que o reitor havia viajado.

Visto a situação, os estudantes ocuparam a Avenida Washington Soares, durante alguns minutos, como forma de protestar o descaso da UNIFOR com a educação e como "fundação filantrópica". A manifestação virou até notícias em alguns jornais da grande mídia da cidade.

Vale lembras que a UNIFOR é uma fundação, mesmo sendo do setor privado, ela é vista como uma entidade sem fins-lucrativos.

As reivindicações, que foram tiradas em plenária pelos estudantes, foram:

1) A diminuição da alta taxa de multa por atraso na biblioteca (R$ 1,30 por dia).

2) Não cobrança pelo uso de laboratório de informática.

3) Não obrigatoriedade das cadeiras à distância - já que existem certos cursos que não existem a opção presencial.

4) A criação de um R.U.

5) A diminuição da mensalidade, que é constantemente aumentada.

6) Prestação de contas da UNIFOR


Foram também colocadas em pauta as campanhas de BOICOTE ao CENTRO DE CONVIVÊNCIA da UNIFOR - pelo fato de lá se concentrarem restaurantes e lanchonetes que não atendem a demanda estudantil, que seria comida barata e com qualidade, - e também de repúdio à atual gestão do DCE, que não participa junto com os estudantes das movimentações na faculdade, se importando mais com campanhas do tipo "Bem-Vindo Bigodeiros" - bigode é o bar do lado, que constantemente os membros da atual gestão do DCE se encontram.

E as mobilizações irão continuar, agora com maior articulação e envolvimento dos CA's e DA's e do restante dos estudantes da UNIFOR.