A minha maior preocupação é com outro tipo de quadrilha e de bandidos que povoam o nosso Rio.

Refiro-me aqueles que, sem dúvida alguma reunidos na FIRJAN, mas não agindo em seu nome (seria uma acusação sem provas), causam a deslavada diferença entre ricos e pobres, com a exploração do trabalho e sequestro do aparelho de Estado a seu favor, e tantos outros atos corruptos ativos e passivos, encorajando setores lumpenizados a fazerem o que fazem.

Não posso crer que o grosso do tráfico de armas e drogas sejam feitos por pés rapados. Há cerca de um ano, li no insuspeito O Globo que um dos maiores vendedores de armas deste país foi parado pela polícia em seu carro blindado, e não soube explicar o que fazia lá em cima do Morro da Coroa (um dos mais bem armados do Rio). Este senhor, diz a reportagem, tem acesso direto ao gabinete do Ministro Jobin-JOBAN (alguém ainda se lembra quem financiou a Operação Bandeirtantes e Condor?). Não tivemos mais sequência desta notícia....

Por outro lado, é useiro e vezeiro vermos gente de projeção ser flagrado com drogas, sem que nada lhes aconteça. Ou, como o exemplo deste Cacciola (será que ninguém da FIRJAN é amigo ou teve tem negócios com ele?), que acaba de ser solto, após o cumprimento da SEXTA parte de sua pena, mesmo após ter tentado e conseguido obstruir a Justiça brasileira durante anos.

Enquanto isso, mães pobres que roubam latas de leite em pó em mercados são condenadas e cumprem integralmente 3 anos de prisão, pois jazem nas masmorras do Estado, sem assistência jurídica.

A minha preocupação maior, não é com esta tropa de maltrapilhos, elevados pelo comandante da PM e, certamente pelo presidente da FIRJAN, a "perigoso e treinado exército", o que não é verdade, mesmo tendo eles se aprimorado na arte da criminalidade. Mas, com uma polícia corrupta desta, quem há de dar jeito....

Enquanto isso, uma verdadeira quadrilha de assaltantes do Povo é nomeada para o próximo governo, e ninguém comenta ou se indigna.

Enquanto isso, a Rede Globo passa um seriado As Cariocas, onde apresenta como comuns, várias mulheres de todas as classes sociais, que se prostituem de várias maneiras, e ainda saindo como heroínas da história. Depois querem convencer às jovens que engravidam dos 12 aos 17 anos (são oito partos por hora no Brasil, nesta faixa), para estudarem no SENAC, SESI e Cia, para serem caixas de supermercados.

Acho que prostitutas são as atrizes da Globo que se prestam a este papel.

"O Brasil foi o oitavo colocado na Copa do Mundo e todos ficaram tristes. O anúncio que estamos em 88 lugar na educação, não entristeceu ninguém....".

PQP!

P.S. - Feliz Natal LuLLa: É pornográfica a notícia que Lulla não tem onde colocar os OITO caminhões de presentes que ganhou durante OITO anos de mandato. Sairá do Planalto com uma caravana de caminhoneiros com este indecenete privilégio.

Enfia no cu, presidente, os seus oito caminhões! E não se esqueça de desfilar com eles, pelas comunidades pobres deste país, desenjando pela janela Feliz Natal ao Povo Brasileiro.

*Raymundo Araujo Filho é médico veterinário homeopata e não deve nada a esta elite abjeta, muito ao contrário. E assiste ao treinamento das Forças de (in) Segurança e suas pantomimas no Teatro de Operações pré Copa do Mundo e Olimpíadas. Vem aí a Limpeza Social.

Nota da FIRJAN:

Tendo em vista a situação atual de insegurança no Rio de Janeiro e visto que no fim de semana passado o traficante FB (Fabiano Atanásio da Silva) do Complexo do Alemão, veio até a Rocinha e fechou acordo para que os traficantes daquela comunidade e do Vidigal se tornassem membros do Comando Vermelho (CV), fortalecendo assim o Comando Vermelho e conforme as interceptações e informes de que o Comando Vermelho estaria orquestrando várias ações criminosas e terroristas no próximo fim de semana, solicito a todos que utilizem apenas seus veículos blindados, se possível evitarem sair na noite de sexta-feira e sábado.

A Secretaria de Segurança Pública já tomou algumas medidas preventivas de emergência e está realizando um planejamento estratégico para controlar a ordem pública.
Att.
Sandro Bruno
Gabinete da Presidência - FIRJAN
tel.: 55(21) 2563-4666 ou 4120
Sistema FIRJAN - www.firjan.org.br