Hoje eu participei das Manifestações e o fiz não porque sou a favor da Dilma, mas porque sou contra o golpe, contra o ajuste fiscal, contra desemprego, a intensificação do trabalho, o arrocho salarial promovidos pelos capitalistas. É que a Dilma não é o problema, o problema é o capitalismo, e a solução não é a volta da velha elite que sempre parasitou os trabalhadores. Muito pelo contrário, essa velha elite só vai agravar o problema. A solução é os trabalhadores se unirem, se organizarem e acabarem com o parasitismo da burguesia sanguessuga.

Eu sou contra a Dilma não porque eu ache que se ela quisesse, ela, sózinha, pudesse amenizar o sofrimento dos trabalhadores, mas porque ela não quer amenizar o sofrimento dos trabalhadores, mas facilitar ainda mais a boa vida dos ricaços. Mas daí dizer que eu sou a favor do golpe são outros quinhentos. Uma coisa nada tem a ver com a outra, exceto na cachola dos Coxinhas golpistas.

Eu acho que os Anti-Golpistas deveriam marcar uma Mega-Manifestação no dia 31 de dezembro de forma a pegar carona na multidão que estará presente no reveillon. Aí a elite, quando visse a quantidade de gente anti-golpista, ia borrar seus pijamas mal-cheirosos.