Pois bem. Com o Criminoso-Mor Eduardo Cunha dirigindo a tal 'Casa do Povo', vemos a atualidade de Esopo.

No caso do Brasil, a única defasagem da constatação de Esopo é que atualmente a população não enforca, ela lincha os pequenos, em vez linchar os grandes ladrões, os elege para um dos mais altos cargos do Parlamento.

Se eu fosse um trilionário, que incentivo eu teria para investir e criar empregos e renda no Brasil, com um cargo tão importante sendo exercido por um bandido?