Rio de Janeiro-RJ: 30M - Marcha antifascista do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro-RJ: 30M - Marcha antifascista do Rio de Janeiro

Março 30, 2016 - 00:00
Publicado em:
0 comments

Com o atual contexto político polarizado do Brasil, foi puxada pelas redes sociais, uma marcha antifascista não só no Rio de Janeiro, como em diversos outros estados. No Rio, a marcha aconteceu nesta quarta-feira (30) com inicio às 18 horas na Central do Brasil, no centro da cidade.

Durante a concentração, que durou cerca de trinta minutos, alguns manifestantes antifascistas desentenderam-se com manifestantes pró-impeachment que faziam, próximo dali, uma ação de panfletagem. A discussão começou por conta de um dos manifestantes pró-impeachment, que possuía um megafone, fazer alusões à ditadura militar, pedindo sua volta. Durante o bate boca, um senhor, armado com uma faca chegou a ameaçou os manifestantes da antifascistas.

O ato logo encheu, e após decidirem democraticamente através de um jogral qual seria o trajeto do ato, a marcha seguiu pela Presidente Vargas sentido Candelária. Havia centenas de manifestantes, dos quais a maioria anarquista, além de alguns comunistas não-partidários representados principalmente pelo MEPR. Não houve a presença de grupos ligados a partidos políticos.

O ato seguiu até a Cinelândia pela avenida Rio Branco e lá permaneceu por alguns minutos até que um grupo de manifestantes seguiu sentido Lapa, e os outros continuaram atrás. Pessoas na janela de alguns prédios na rua Senador Dantas manifestaram seu apoio à marcha, que seguiu até a rua Almirante Barroso.

Após um carro da Rede Globo ser rechaçado pelos manifestantes, que gritavam "A verdade é dura. A Rede Globo apoiou a ditadura", a Policia Militar começou a fazer revistas arbitrárias, algumas de forma truculenta. Vários manifestantes foram revistados mais de uma vez pela PM que alegava não poder identificá-lo por causa das máscaras.

As revistas seguiram acontecendo até o protesto chegar novamente a Cinelândia, onde teve seu fim. Centenas de pessoas mostraram sua indignação frente ao fascismo crescente no mundo. Há mais marchas antifascistas marcadas para o próximo mês em diversas cidades.

Também houve forte presença de estudantes secundaristas mobilizado na luta estudantil que acontece agora no estado do Rio de Janeiro.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.