Outubro 2018

RJ: Ato Por Direitos, Pela Democracia e Pela Vida Das Mulheres

Foto de CMI-Rio
Enviado por CMI-Rio em qui, 18/10/2018 - 00:48

Local: Cinelândia

Mais do que nunca, é tempo de resistir!

O movimento Mulheres Unidas Contra Bolsonaro, que organizou o último ato do dia 29 de setembro, convoca toda a população do Rio de Janeiro para uma nova manifestação pacífica e democrática no próximo dia 20 de outubro. Em plenária realizada em 09/10 decidimos pela modificação do eixo do evento, de forma a incluir setores mais amplos e, ao mesmo tempo, explicitar a nossa pauta.

Queremos um Brasil que respeite os nossos direitos, as mulheres, negros e negras, indígenas e LGTBs. Vamos à luta!

Data: 
sábado, 20 Outubro, 2018 - 15:00

RJ: muito além das eleições: história, conjuntura e tarefas

Foto de CMI-Rio
Enviado por CMI-Rio em sex, 12/10/2018 - 14:37

Convidamos a todas e todos companheiros para mais um evento da Resistência Popular Estudantil.

Hoje, temos uma esquerda com independência de classe ainda com pouca força social para demonstrar de forma ampla e clara à população que existe políticas à esquerda para além do projeto nacional desenvolvimentista.

Para muitos, a conciliação de classes foi algo único do PT, mas se vermos a história de nosso país, percebemos que o caminho do Brasil foi, desde sua independência, o caminho da conciliação.

Data: 
quinta-feira, 18 Outubro, 2018 - 18:00

RJ: Cine Taquara - 1 ANO - Primavera Negra

Foto de CMI-Rio
Enviado por CMI-Rio em sex, 12/10/2018 - 14:22

Chegou mais uma primavera, e com ela, o primeiro aniversário do CINE TAQUARA!!!
Somos um coletivo cultural PRETO da Zona Oeste do Rio, logo, não poderíamos deixar de berrar aos quatro ventos como é viva e diversa a cultura AFRO, seja ela Africana ou Afrobrasileira.
Venha trocar experiências, artes, olhares com a gente!

Data: 
sábado, 13 Outubro, 2018 - 16:00

Apoiadores de Bolsonaro invadem prédio após manifestações contrárias em Niterói

Outubro 07, 2018 - 22:49
Publicado em:
1 comments

Em diversos pontos da cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, houveram embates entre apoiadores de Jair Bolsonaro e adeptos do movimento #elenão, porém talvez o ápice tenha acontecido no bairro do Ingá, zona sul do município, onde apoiadores do candidato conservador invadiram um prédio após gritos contra o presidenciável vindo de moradoras do condomínio.

Além das provocaçõe vistas nos vídeos, os homens abriram o portão e discutiram entre si se deveriam agredir as moradoras, acabando por deixar o local.

MPL Niterói Chama Plenária de Construção da Luta pelo Passe Livre Estudantil

Foto de CMI-Rio
Enviado por CMI-Rio em sex, 05/10/2018 - 11:14

Pezão vetou o passe livre, e agora?

Assim como tomamos as ruas pelo nosso direito de estudar e conquistamos a aprovação unânime do passe livre estudantil na ALERJ, devemos novamente ir às ruas, até que todos e todas nós tenhamos em nossas mãos nosso direito de ir e vir e nos manter na universidade.

Convidamos todos e todas para construirmos o próximo passo dessa luta que pode ajudar a dar continuidade aos estudos de milhares de jovens.

O evento será na UFF do Gragoatá, no Pilotis do Bloco P.

Data: 
segunda-feira, 8 Outubro, 2018 - 18:00

Campanha #elenão lota o Centro do Rio: confira imagens

Outubro 02, 2018 - 18:26
0 comments

Tudo começou com um grupo no Facebook chamado "Mulheres Contra Bolsonaro." Conforme as pessoas iam se inscrevendo e compartilhando, a iniciativa recebeu tamanho apoio que passou das redes sociais para as ruas. Acuados, apoiadores de Jair Bolsonaro tentaram hackear o grupo, ameaçar pessoas que compunham a organização da manifestação, inventar boatos e até mesmo marcaram uma manifestação para o mesmo dia e local, com fim de intimidar os opositores.

O Problema da Legalização do Trabalhador de Aluguel

Outubro 01, 2018 - 11:43
Publicado em:
0 comments
É por 7 votos contra 4 que é aprovada pelo STF - Supremo Tribunal Federal -  constitucionalidade à contratação de trabalhadores terceirizados para atividades-fim. Em 30/08 baixou o decreto, porém a ampliação da terceirização já era prevista pela reforma trabalhista aprovada pelo Senado em 2017.