Rio de Janeiro-RJ: Estudantes e professores fazem ato pela educação

Rio de Janeiro-RJ: Estudantes e professores fazem ato pela educação

Junho 02, 2016 - 00:00
0 comments

Neste dia 02 de junho, após a assembleia dos professores no Clube Hebraica em Laranjeiras, estudantes e professores saem em manifestação até a sede do governo do estado, o Palácio da Guanabara, para tentar, mais uma vez, realizar uma negociação objetiva com o estado.

O ato chegou ao Palácio por volta das 14 horas. Policiais Militares cercaram o palácio com grades e andavam por entre os manifestantes. O corpo de bombeiros também estava presente com cilindros de água para jogar em manifestantes caso houvesse a tentativa de entrarem na sede do governo.

Inicialmente, o governador disse que só receberia representantes dos alunos e professores caso a via da rua Pinheiro Machado fosse liberada pelos manifestantes, o que não ocorreu. Mesmo assim, após algum tempo o governador recebeu os representantes para uma conversa de negociação.

No final da tarde, os manifestantes jogaram tinta na entrada do palácio e policiais iniciaram agressões a todos que estavam próximos as grades. Um estudante foi puxado por vários policiais por cima das grades, para o lado de dentro do palácio, sendo jogado de cabeça na quina do degrau de uma escada. O estudante ficou muito assustado e com a cabeça sangrando. Policiais ainda o deteram e o levaram para a delegacia, mas foi logo liberado. Ele também foi hospitalizado e teve que levar sete pontos no supercílio.

As negociações resultaram em uma nova reunião na terça-feira com professores e estudantes, onde o Secretário de Educação ficou de trazer respostas para as reivindicações feitas. Segundo professores, o Secretário tentou, mais uma vez, responsabilizar a crise para justificar os cortes e o congelamento dos salários dos professores, mas os professores responderam que a crise é apenas para os trabalhadores, pois diversas grandes empresas vêm recebendo isenções fiscais entre outros.

Por volta das 18 horas o ato seguiu em direção ao Largo do Machado, em frente a ocupação do C.E. Amaro Cavalcanti, onde deu seu encerramento.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.