Niterói-RJ: estudantes finalmente ocupam o C.E. Leopoldo Fróes (ocupaCELF)

Niterói-RJ: estudantes finalmente ocupam o C.E. Leopoldo Fróes (ocupaCELF)

Maio 10, 2016 - 00:00
Publicado em:
0 comments

Após tentativa frustrada, perseguições por parte da direção da escola e alunos do turno noturno, os estudantes do Colégio Estadual Leopoldo Fróes (CELF) conseguem ocupar a escola neste dia 02 de maio.

Logo após a ocupação, os estudantes encontraram uma escola com vários problemas estruturais e organizaram mutirões de limpeza e consertos. Realizaram também, diversas atividades culturais e estudos.

Como mostrado em coberturas anteriores, os estudantes do ocupaCELF tiveram que lidar com forte repressão na tentativa de ocupar o colégio. Sob orientação da Secretaria de Educação do estado, a direção e funcionários organizaram um forte movimento de “desocupa” para impedir a ocupação do colégio.

Leia mais:

Niterói-RJ: Estudantes do C.E. Leopoldo Fróes fazem ocupação, mas turno da noite força a desocupação

Niterói-RJ: Diretor do C.E. Leopoldo Fróes descumpre acordo e cancela aulas para não haver assembleia

A estratégia era amedrontar os estudantes do turno da noite, que em sua maioria são pessoas mais velhas e que trabalham, dizendo que a ocupação os faria perder o semestre letivo e impediria a formação destes estudantes, além de fomentar um discurso de ódio que resultou em uma desocupação com muitas ameaças de violência.

No entanto, nesta semana, os estudantes conseguiram ocupar a escola travando acordos com os estudantes noturno. Mesmo assim, nestes primeiros dias de ocupação ainda houve ameaças. Segundo os estudantes, no dia 06 de maio, uma pessoa que afirmava ser pai de aluno foi armada ao colégio e ameaçou os estudantes, porém, do lado de dentro, disse ser miliciano. Ele estava vestido de terno e foi embora em um carro, com a placa tapada, com outros homens.

No dia 09 de maio, um pequeno grupo do movimento desocupa, liderado pela direção, tentou mais uma vez fazer a desocupação da escola. Houve bastante bate-boca e pouco diálogo. No entanto, os jovens estudantes conseguiram manter a ocupação.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.