Rio de Janeiro – RJ: Professores/as ocupam frente do Palácio Guanabara

Rio de Janeiro – RJ: Professores/as ocupam frente do Palácio Guanabara

Maio 17, 2017 - 21:03
0 comments

Nesta terça-feira, dia 16, professoras/es da UERJ realizaram uma aula pública no local, e durante a aula, montaram as barracas e deram início à ocupação. A ação é pelo pagamento dos salários dos/as professores/as, pelo pagamento das bolsas estudantis e pela normalização da Universidade, que há tempos sofre com o sucateamento e o descaso do governo do estado do Rio.

Uma das professoras envolvidas na ocupação denuncia que os/as trabalhadores/as acabaram de receber os salários referentes ao mês de março, e os estudantes ainda não tem prazo de quando receberão as próximas bolsas. Ela cita ainda a instabilidade a que estão sujeitos e diz que o governo ainda não repassou o orçamento da UERJ.

A finalidade da ocupação, segundo a manifestante, é obrigar o governo a tomar um posicionamento diante do que vem acontecendo. A ocupa já vem durando uma noite e hoje passará a segunda madrugada acampada na frente do Palácio.

Amanhã será decidido a permanência ou não da ocupação no local, tendo em vista os recursos e a quantidade de pessoas presentes.

A ocupação necessita de água potável, de divulgação e de pessoas para ajudarem a manter a mobilização no local.

Situação da UERJ

A Universidade do Estado do Rio de Janeiro é uma das melhores universidades públicas do estado e do país, e ultimamente vem sofrendo na mão da má gestão do governo estadual. A política austera do governo Pezão vinha ameaçando a UERJ de fechar as portas. Há muito tempo parada devido à falta de verba mínima para funcionamento, ao atraso no pagamento dos/as servidores/as, ao atraso no pagamento das bolsas estudantis e à omissão do Estado frente a situação, a UERJ teve a volta às aulas anunciada recentemente, porém os problemas persistem e o governo ainda não se posicionou sobre o que fará a respeito.

Muitos/as professores/as reclamam da falta de salário e de não terem condições nem mesmo de trabalhar, devido aos gastos de locomoção e alimentação, uma vez que não estão recebendo.

Os/as estudantes vem tentando cada vez mais uma mobilização forte contra os ataques do governo. Em julho do ano passado, houve uma ocupação na UERJ contra a priorização dos jogos olímpicos frente a educação pública por parte do Estado. A ocupação durou vários dias.

As fotos foram recebidas via inbox.

Comentar

Plain text

  • Nenhuma tag HTML permitida.
  • Endereços de sites e e-mails serão transformados em links automaticamente.
  • Quebras de linhas e parágrafos são gerados automaticamente.